10 de dez de 2013

Tutorial - Varinha Harry Potter

Oooooi pessoal! Então, eu sumi né :/ mas agora é férias! haha. Vou me esforçar pra postar mais.

Hoje vim mostrar pra vocês como eu fiz minha varinha de Harry Potter! São materiais um tanto quanto específicos  por que eu acabei usando o que eu encontrei em casa, mas são muito fáceis de serem encontrados. Já aviso que não peguei isso de nenhum tutorial, portanto se for usar, por favor, credite! Chega de falar e vamos lá!

Material: 2 canetinhas
1 corda de pular com cabo de plástico
Fita isolante
Super Bonder (se necessário)
Esmalte marrom e preto.
Materiais extras: Tesoura e papel toalha.
Explicando:
Bom pessoal, eu dei sorte por que encontrei essa corda aqui em casa e o cabo tem alguns detalhes bem bonitinhos, mas de qualquer forma, essas cordas vocês encontram em qualquer lojinha e ela custa por volta de R$5,00.  Ele será o cabo da varinha e as duas canetinhas, grudadas com a fita isolante serão a varinha em si. O super bonder para que, se necessário, você cole as canetinhas no cabo da corda, mas  como essa grossura de corda é meio que padrão pra cordas de criança, talvez nem precise pois no meu caso as canetinhas encaixaram perfeitamente no cabo. O esmalte será usado pra pintar a varinha, você pode também usar guache mas eu acho que não fica tão bom quanto com o esmalte, e pode ser que o guache nem fixe direito. A varinha será marrom é claro, mas só o esmalte marrom vai ficar muito claro, então é melhor misturar com o preto. Sugiro que você compre os esmaltes somente pra fazer a varinha, por que vai gastar um vidro inteiro ou até mais.


 Passo 1
 Com fita isolante, cole as duas canetinhas. Se necessário, corte o bico da canetinha. Não foi preciso nesse caso por que as canetinhas tem essa parte branca na ponta, então a ponta da outra caneta encaixa perfeitamente.
Passo 2 
Depois disso, tire a corda do cabo e encaixe a canetinha nele. Se for preciso, use super bonder pra fixar melhor.








Passo 3 
Agora é só pintar a varinha. O esmalte seca bem rápido, em menos de 1 hora já está totalmente seco. E o resultado final é esse. Você pode entortar as canetinhas, já que elas estão presas pela fita isolante, para que sua varinha fique reta ou mais curva. A fita isolante acaba ficando como um detalhe da varinha.








 Depois, se quiser, enfeite com o que tiver, afinal, cada varinha é única, a da Umbridge pro exemplo é cheia de pedras. Nesse caso, eu peguei um anel e colei com Super Bonder.










É isso pessoal. Essa foi uma forma mais simples que encontrei de fazer a varinha, já que na internet todos os tutoriais que olhei ensinavam utilizando durepox e pedaços de madeira. É uma idéia ai pra quem quiser fazer :)

 Espero que tenham gostado, se fizerem, por favor, mandem uma foto para o blog! E não esqueçam de comentar!

Márcia






15 de nov de 2013

Resenha - A ilha de Kansnubra e o portal perdido

Oi pessoal!

Hoje vim fazer a resenha do livro A Ilha de Kansnubra e o portal perdido, do autor nacional Andrews Ulisses.

Introdução: Garley é um tímido garoto de 16 anos que, certo dia ao voltar da escola, encontra um medalhão de ouro. Ao colocar este medalhão no pescoço, Garley é transportado para a Ilha de Kansnubra, uma explicação para o famoso Triângulo das Bermudas. O único modo de voltar para casa é encontrando o portal, será que ele conseguirá encontra-lo e voltar pra casa?

Opinião
Bom, o autor realmente criou um novo mundo com novos povos, objetos e lugares. O livro tem uma narrativa muito simples e gostosa, que faz com que a leitura flua rapidamente. Um fato interessante é que o autor tem a mesma idade de Garley, o que faz com que o livro aborde assuntos comuns na faixa etária, como bullying.

Gostei muito como a forma em que Garley superou seus traumas, como ser perseguido na escola. Mais que isso, teve que encarar problemas muito maiores.
O que me incomodou foi o número excessivo de erros de digitação, mas isso é claro diz respeito a quem o revisou. Acho também apenas que ficaram faltando alguns acontecimentos, (Um romance entre Garley e Alix, talvez?) mas o fim do livro deixa espaço para continuação, o que eu espero realmente que aconteça.

No final, o livro tem uma reviravolta muito interessante e que sinceramente fiquei muito surpresa e não esperava, então vale a pena a leitura, principalmente se você curte fantasia e quer dar uma chance para livros nacionais.

E vocês, ficaram com vontade de ler? Deixem suas opiniões nos comentários.

Márcia

6 de nov de 2013

Resenha - Se arrependimento matasse





Introdução: Três amigos que se conhecem desde a infância decidem se reencontrar após anos sem se verem. Porém, um cruel assassinato acontece no prédio, e todos se veem numa enboscada. Devido a névoa forte, os hóspedes estão presos no hotel, e um clima de desconfiança e desespero toma conta de todos os presentes.







Opinião
Essa resenha pode conter pequenos spoilers do livro.
Bom, o livro é um romance policial, para os iniciantes no gênero pode parecer repetitivo, já que os fatos têm de ser contados muitas vezes, mas isso acaba nos instigando a terminar logo o livro, uma grande ansiosidade para saber o desfecho, o que acho bem interessante. A narrativa do autor é muito clara, e em momento algum tive que voltar páginas pois não entendi algo (o que acontece com frequência, acreditem haha).

O clima de suspense é forte, já que não se sabe o motivo do assassinato, tão pouco o assassino, então, tanto pode ser alguém desconhecido como um dos próprios hóspedes, portanto a desconfiança entre eles é evidente.

Um dos primeiros que descartei desde o início foi o John, justamente por ser suspeito demais. Depois disso, confesso que não tive mais suspeitas no livro, poderia ser algo totalmente aleatório.

A promessa de "Um final surpreendente" foi cumprida, o que me deixou muito feliz com a leitura. Gostei muito do desfecho pois foi e bem estruturado, com razões evidentes. Triste e melancólico, faz jus ao título "se arrependimento matasse". Aliás, eu acreditei desde o início que o título se devia ao fato dos amigos terem se arrependido daquela visita ao hotel, mas não é exatamente isso haha, então vale muito a pena ler, principalmente pra quem gosta de novos  autores nacionais.


É isso pessoal, deixem suas opiniões nos comentários.


Márcia

30 de out de 2013

Correio Literal: Harry Potter!

Oi pessoal, primeiramente mil desculpas pelo sumiço do blog, mas em breve tem muitas resenhas por aí!

OBS: Desconsiderem, esqueci de por em ordem pra tirar a foto!


E ontem finalmente chegou pra mim a coleção de Harry Potter! Eu desde que assisti todos os filmes me apaixonei pela estória. Como comecei a ler com frequência este ano, o único livro da série que eu li foi o primeiro, que aliás, foi a primeira resenha do blog. A primeira leitura foi em PDF, depois acabei conseguindo pegar emprestado e reli, mas vocês sabem né pessoal, encontrar alguém que empreste todos os livros de HP é difícil haha.


     Então desde o começo do ano estou de olho nesses livros, mas eu não gostei nada da edição de capa branca, queria muito as capas originais americanas. A coleção, que em tempos de 2011, quando o marketing do último filme estava em alta, chegou a por volta de R$70,00 (edição econômica), hoje sairia por R$140,00 e isso se der sorte de encontrar, por que esses livros sempre oscilam entrando e saindo do mercado. Eu vi alguns videos e achei as edições econômicas realmente bem ruins, sem ao menos terem orelhas. Cheguei a tentar em uma livraria da minha cidade os livros em edição normal, e a moça me falou o preço de R$480,00!! 



 Então, essa coleção dos 7 livros finalmente voltou a estoque, e como meu aniversário foi dia 27, comprei na hora. O preço que paguei foi R$180,00 o que é algo bem alto mas eu achei que valia a pena, já que a edição econômica estava R$140,00. Comprei quase que na sorte, vendo o preço e os comentários, por que o site não informava se o livro tinha orelhas, mas ainda bem que chegou tudo como eu queria. Pra quem tem interesse, a coleção completa está disponível no Ponto Frio e Casas Bahia.



Diferença das edições

Obviamente, a primeira diferença é o preço, já que a primeira edição a chegar ao Brasil é (apesar de não ser um daqueles hardcovers dos sonhos) muito boa.

O título dos livros brilham (Harry Potter) e, o livro "Harry Potter e a Ordem da Fênix" veio com, além do título, o nome da autora e da editora com o mesmo verniz, mas não sei o motivo.  


As capas tem melhor qualidade, são mais duras e as cores são mais fortes do que as de edição econômica.


Os livros tem orelhas que aliás, são fundamentais já que as capas são contínuas.


Há uma pequena diferença na lombada dos livros, na edição econômica vem com o número dos livros, e na tradicional, não.


Infelizmente, as duas edições têm folhas brancas, mas a fonte é confortável.




Pessoal, fiquei mega feliz quando ganhei esse Vira-Tempo hoje! Meu professor de Ed. Física tem o xadrez de bruxo que foi vendido pela revista Recreio, por fascículos. Porém ele não é fã da saga, nem viu todos os filmes, só tinha interesse no xadrez mesmo, então como ele sabia que eu era fã, ele me deu o Vira-Tempo, que veio de brinde com uma das peças do xadrez. Como vocês podem ver, é uma réplica tamanho gigante, muito linda!

É  isso pessoal, e vocês, têm a coleção? Deixem aí nos comentários! Em breve tem mais caixa de correio por aí.


Márcia


23 de out de 2013

Resenha - Cidade dos Ossos

Oi pessoal, hoje farei a resenha de Cidade dos Ossos, Cassandra Clare.

Introdução: Clary Fray tem 15 anos. Quando resolveu sair a noite com seu amigo Simon para a boate Pandemônio, mal podia saber que aquela noite mudaria sua vida. Ela presencia um assassinato. O mais estranho de tudo isso é que o corpo da vítima simplesmente virou pó, e apenas ela conseguia ver os assassinos.  Para piorar, sua mãe desaparece misteriosamente, e Clary em pouco tempo se vê totalmente envolvida no mundo de Jace Wayland, um dos assassinos, que um Nephilim ( filho de anjos com humanos ) caçador de sombras.









Opinião
Bom, eu tenho uma opinião bem definida sobre esse livro. A estória em si é muito boa e bem estruturada, e tem muita ação, tanta que quase não deixa espaço para o casal principal, Clary e Jace. Momentos calmos entre os dois juntos, como acontece em muitas estórias do tipo, são raros. Porém, Jace, que não consegue falar uma única frase sem ironia e sarcasmo, não deixa de ser apaixonante.

Apesar de tudo isso, talvez a série ainda não seja uma das minhas favoritas. Tem tudo pra ser, mas eu não gostei da narrativa da Cassandra, achei exageradamente arrastada, deixando o livro cansativo em vários pontos.

A capa do livro, como vocês já devem ter visto, é cheia de brilhos, linda. Acabou até dando o que falar pois o material usado para fazer o efeito nas capas estava acabando na editora, e eles estavam fazendo algumas edições sem brilho, o que causou indignação de muita gente. Porém, o que pouca gente sabe é que o brilho da capa sai quase que totalmente apenas na primeira leitura dele. Os brilhos no meu livro só permaneceram na orelha. Portanto, pessoal, se receberem sem o efeito não se preocupem tanto, pois acaba saindo de qualquer forma.


É isso pessoal, e vocês, já leram a série, querem ler? Deixem suas opiniões nos comentários!

Márcia


18 de out de 2013

Resenha - Insurgente

Bom pessoal, hoje eu farei a resenha de um livro que eu achei tão maravilhoso quanto o primeiro: Insurgente, Veronica Roth.



Introdução: Agora que as facções estão caindo, Tris tem que arcar com as consequências de suas escolhas para tentar salvar quem ama.




Opinião
Contém Spoiler 
Eu acho que a maioria dos autores tem um problema com o segundo livro, raramente o segundo livro é o preferido de alguém, ou seja, geralmente a sequência não agrada tanto quanto a primeira.

Insurgente, porém, na minha opinião, só teve a acrescentar a estória. É muito mais intenso que Divergente, mas em momento algum eu fiquei perdida no livro (o que acontece frequentemente nesse tipo de ocasião) e o livro é muito bem estruturado. Repleto de cenas de ação, revelações, brigas e reconciliações, Insurgente não deixou a desejar em nenhum quesito.

O livro começa exatamente no mesmo local que termina Divergente, como uma simples troca de capítulo, o que eu gostei bastante.

 Um fato curioso acontece nesse livro, já que Jeanine morre, achei interessante a vilã ter morrido no segundo livro, porém ainda há muitos assuntos a serem tratados, como o "lado de fora da cerca" e a situação conturbada do sistema de facções.

Há uma certa richa entre os fãs de Divergente e de Jogos Vorazes, já que o livro até ganhou o apelido de alguns Tributos de Mockingjay 2.0. É difícil não comparar, é verdade, mas eu não acho que seja a ponto de ser um plágio, os universos são muito diferentes, e devo confessar que, nesse momento, eu prefiro Divergente do que Jogos Vorazes.

Como fã de FourTris, a minha parte favorita dos dois juntos é o momento em que Tris toma o soro da amizade, é uma das partes mais engraçadas. Porém o casal fica um pouco separado nesse livro, devido a algumas brigas e circunstâncias. De qualquer forma, Quatro continua sendo perfeito, e meu personagem literário favorito.

"Descobri que as pessoas são formadas de camadas e mais camadas de segredos. Você pode achar que as conhece, que as entende, mas seus motivos estão sempre ocultos, enterrados em seus próprios corações. Você nunca as conhecerá de verdade, mas às vezes decide confiar nelas."

Be brave! 

É isso pessoal, deixem suas opiniões nos comentários.

Márcia

14 de out de 2013

Bomba: É divulgado o PDF de Allegiant.

Bom pessoal, na tarde dessa segunda-feira (14/10) vazou na internet um suposto PDF do livro Allegiant, último livro da série Divergente. O livro, que ainda nem teve a tradução de seu título confirmada, será lançado no dia 21 de Outubro, porém alguns fãs foram selecionados para ler o livro antes do lançamento, e tudo leva a crer que foi a partir desses fãs que o PDF foi divulgado.

Inicialmente, acreditava-se que era um arquivo falso, porém eu já li parte do PDF e devo dizer que está muito bem escrito, além disso o PDF é completo, muito grande, por isso é muito pouco provável que não seja verdadeiro.

Veronica Roth inovou, foi ousada ao extremo, ousadia essa que pode custar caro. Pode ser até que mudem esse final quando (e caso) adaptarem o terceiro livro para as telonas.


  Agora falarei um pouco sobre o que realmente acontece, caso você queira ou já tenha lido, clique com o botão esquerdo em uma extremidade do lado esquerdo da página e arraste o mouse para a direita, com o botão esquerdo ainda pressionado, sobre a área vazia logo abaixo. Como são spoilers bem sérios, coloquei as letras em branco então só selecionando pra ver, assim evita que pessoas leiam indesejadamente o spoiler.

ATENÇÃO! SPOILER CRUCIAL DO LIVRO ALLEGIANT.

Bom, no final do livro, Tris morre! Isso mesmo. Isso se tornou possível já que Allegiant será narrado por Tris e por Tobias, o que reforça ainda mais a veracidade do PDF. Tris salvará Caleb e morrerá em seu lugar, o que tornou o fim da série ainda mais triste. Tobias fica sozinho e, agora dizendo o que mais me chocou: No Epílogo, ele fica com Christina! Sinceramente, talvez isso tenha me decepcionado mais do que a morte da Tris. Bom, esse é o final dos pesadelos de qualquer fã da série, devo dizer que me decepcionei,  mas não posso julgar a série como ruim por isso. 
           
É isso pessoal, de qualquer forma é lamentável que tenha vazado essas informações, eu fiquei triste como fã da série, acho que seria incrível (apesar de assustador) ler esse fim sem ter visto os spoilers, eu tento evitar ler e passar spoilers ao máximo, mas a notícia foi realmente uma bomba e muita gente comentou. Espero sinceramente que esse vazamento não interfira nas vendas do livro, e acho que as pessoas que já leram o PDF tenham o bom senso de comprar o livro, em respeito a autora. 

E vocês, o que acharam? Deixem suas opiniões nos comentários! 

Márcia

[Update 20/10/13] Bom pessoal, infelizmente o a fã page oficial de Divergente no Facebook já emitiu um comunicado pedindo para que as pessoas não espalhem o spoiler e respeitem a data de lançamento, o que deixa subentendido de que realmente o PDF é verdadeiro. A Rocco via twitter também postou o mesmo comunicado. De qualquer forma, pra quem ainda tem um resquício de esperança de que alguma forma o PDF seja falso, o livro será lançado amanhã (em inglês) obviamente a tradução ainda vai demorar, mas ao menos teremos a confirmação.
[Novo Update] Sim pessoal, já tem gente com o livro em mãos, e que deu uma espiada nas últimas páginas. O spoiler é verdadeiro e quanto a isso não há o que se fazer. Não vou discutir nos comentários ou nada do tipo com quem não acredita, eu mesma não queria acreditar no final quando vi, mas são os fatos, e vamos aguardar a tradução e a adaptação do primeiro filme, que sai em Março de 2014.


13 de out de 2013

Tag Os 4 elementos + Tag Campanha de incentivo a leitura

Olá pessoal, tudo bem? Bom,  hoje eu vim responder duas tags e resolvi colocar as duas em um só post, pois a segunda tag é bem curtinha. :)

A primeira tag, indicada pelo blog Refúgio Literário, consiste em encontrar livros na sua estante com capas correspondentes a cada um dos elementos. 

                                                                                  


PRIMEIRO ELEMENTO  - ÁGUA
                                                                   

1- Encontrar um livro com água na capa: Bom, essa foi bem difícil pois eu acho que não tenho nenhum livro com o elemento água predominante na capa, então eu escolhi Cidade de Vidro,espero que esteja valendo haha.






2- Encontrar um livro na cor azul: Esse eu nem pensei duas vezes, já que é um dos meus livros favoritos, A Culpa é das Estrelas, John Green. 







SEGUNDO ELEMENTO - FOGO
1- Encontrar um livro com o elemento fogo na capa:
Esse foi bem fácil, já que é minha série atual favorita haha, Divergente, Veronica Roth. (Aguardando ansiosamente pelo lançamento de Allegiant)





                                           2- Encontrar um livro na cor  vermelha:
                                  
                                 A batalha do labirinto, que ainda não li mas pretendo                                    ler logo!









TERCEIRO ELEMENTO - TERRA

1- Encontrar um livro com o elemento terra na capa:
 A Ilha de Kansnubra, do autor parceiro Andrews Ulisses! 







                                      2- Encontrar um livro com a capa na cor verde:
                                         Olha a saga aparecendo mais uma vez haha,                                                 Insurgente,  Veronica Roth





QUARTO ELEMENTO - AR
1- Encontrar um livro com o elemento ar na capa:
Cidade das Cinzas, da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare.



                            2- Encontrar um livro com a capa na cor branca:
                                                  Extraordinário, RJ. Palácio. Super                                                             recomendo!










E por último, mas não menos importante, a tag Campanha de Incentivo a Leitura, que foi indicada pelos blogs: Chuva de LetrasSobre livros e letrasClube das 6Livrólatra ApaixonadoLonely Fireflies e Leitura a mil!.

Qual livro você indicaria para uma pessoas começar a ler ?
Bom, eu acho que depende muito da idade, se for uma criança, eu indicaria livros como Querido diário Otário e Diário de um Banana, mas no geral,  se eu tivesse que dar um livro para alguém que nunca leu, com certeza escolheria Harry Potter, pois além de ser uma estória super interessante, o leitor vai evoluindo junto com o livro, que começa com livros mais curtos e vai aumentando ao longo do tempo, por isso, minha indicação é Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Bom, como não foi expecificado o número de pessoas que devemos indicar pra primeira tag, os 10 blogs que estou indicando aqui também estão indicados para a primeira tag, dos 4 Elementos :)

É isso pessoal, espero que tenham gostado, deixem suas opiniões nos comentários!

Márcia

9 de out de 2013

Parceria com Alma Cervantes e Andrews Ulisses



Oi pessoal, tudo bem? hoje venho lhes informar das novas parcerias do blog!

                                                O autor
Alma Cervantes é admirador da Língua Portuguesa desde a infância e grande fã dos romances policiais de Agatha Christie. Faz sua estreia na literatura com o romance policial "Se Arrependimento Matasse".
 Facebook do livro -  Página do autor - Skoob do livro
e-mail para compra direta com autor: almacervantes@outlook.com.br








Sinopse
Alex, Alice e Rebeca são grandes amigos e decidem se reencontrar depois de alguns anos sem se verem. O lugar escolhido é o hotel dos pais de Alex, mas o que parecia uma viagem especial, repleta de conversas agradáveis e descontraídas com os outros hóspedes durante o jantar se transforma, em seguida, num pesadelo. Quando os três se preparam para dormir, ouvem batidas desesperadas à porta e seguem ao salão, onde logo descobrem que o cozinheiro fora assassinado. Com a comoção, somada à dificuldade de fuga devido à tempestade e névoa lá fora, a confusão logo se instala no hotel, além de um desagradável clima de suspeita entre os hóspedes. Tensão. A revelação de um detetive. E um desfecho surpreendente.

O autor
Andrews Ulisses nasceu em 1995, em Sorocaba, e atualmente reside na pequena cidade de Votorantim, São Paulo, junto com seus pais, avô e irmã. Desde pequeno desenvolveu o gosto por livros de ficção. Aos dez anos começou a criar histórias em quadrinhos e aos dezesseis decidiu ser escritor. Estudante de engenharia na Universidade de Sorocaba, é um cinéfilo, e gamer que aprecia viajar para conhecer novas culturas e costumes. A Ilha de Kansnubra e o portal perdido é seu livro de estreia.






Sinopse
Garley é um tímido estudante de dezesseis anos que encontra um misterioso medalhão de ouro e é transportado a uma ilha chamada Kansnubra. Localizado no enigmático Triângulo das Bermudas, este fantástico lugar é palco de mago, bruxas e dragões. Para encontrar o portal perdido e retornar a sua vida normal, Garley deverá criar coragem e cumprir uma missão. Com a ajuda de Aldrich, Johnny, Laura, Jorge e Alix, eles partem em direção ao Monte Tylan, mas monstruosas criaturas e poderosos inimigos cruzam o caminho dos jovens. Será que Garley conseguirá enfrentar seus medos e alcançar o objetivo?

Agenda do autor Etapa 1- de 09 a 13 de outubro –  FEIRA DO LIVRO DE FRANKFURT – Estande Literarte - ALEMANHA
 
Etapa 2 – de 14 a 17 de outubro – PRAGA - REPÚBLICA CHECA 
Visita à Embaixada do Brasil para doação de livros 
Visita ao Instituto Camões para doação dos livros 
 
Etapa 3 – de 18 a 20 de outubro – VIENA - ÁUSTRIA
“Projeto Saberes Criativos" ABRASA  – Feira de Exposição Intercultural de Literatura, Arte e Educação Áustria 2013” 
Lançamento do Catálogo Artístico Literarte –  Castelo Colbenz 
Cerimônia de entrega do Troféu “Prêmio Diamonds of arts and education" - Castelo Colbens
É isso pessoal, já leram algum livro desses autores?

Márcia





5 de out de 2013

Resenha - Extraordinário

"Extraordinário" conta a estória de August, um garoto que nasceu com um grave problema facial. Aos 10 anos, sua mãe, que antes lhe dava aulas em casa, resolve matriculá-lo em uma escola. Se o primeiro dia de aula para qualquer pessoa não é fácil, para Auggie parece ser algo insuportável.

 O livro é narrado em primeira pessoa, não só pelo ponto de vista de Auggie mas o de outras 5 pessoas, o que, em minha opinião, deu uma abordagem maior a situação e deixou o livro mais interessante.

O livro é do tipo que faz parecer seus problemas de auto-estima absolutamente insignificantes. Não que Auggie seja um herói ou algo assim, ele é apenas um menino de 10 anos que tenta viver a vida dele como qualquer outra criança, e isso é somente o que ele deseja.

(...) Deveríamos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas importam mais do que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. São como monumentos que as pessoas erguem em honra dos heróis depois que eles morrem. Como as pirâmides que os egípcios contruíam para homenagear os faraós. Só que, em vez de pedra, são feitas das lembranças que as pessoas têm de você. Por isso nossos feitos são nossos monumentos. Construídos com memorias em vez de pedra.

O livro é repleto de referências, principalmente a Star Wars, filmes pelo qual Auggie é fanático.

O marketing feito em relação a esse livro foi impressionante, mas pra mim, não deixou a desejar. A diagramação é linda e me chamou a atenção desde o início, porém a capa é bem mole, o que pode ser um ponto negativo para alguns leitores. Talvez isso tenha sido resolvido na nova capa lançada recentemente, porém devo confessar que prefiro a primeira edição.

O livro não é complexo do tipo que te faz ficar ansiosa pelos próximos capítulos, mas uma leitura leve, que te faz ter vontade de lê-lo em qualquer tempo livre. Os capítulos têm apenas 2 folhas, o que faz a leitura passar muito rápido.

Como vocês devem ter reparado não dividi esta resenha em "Introdução" e "Opinião" como costumo fazer para evitar spoilers. Pois simplesmente este livro não tem como dar spoiler. É nada menos que uma lição de vida, que vale muito a pena ler. E vocês, já leram? Querem ler? Deixem suas opiniões nos comentários!
Márcia

1 de out de 2013

Resenha - A Culpa é das Estrelas


"Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais" - Markus Zusak

Eu acho que não teria definição melhor pra esse livro. Gargalhei e me emocionei com a história de Hazel e Gus. Eu, quando li a sinopse imaginei um livro totalmente melancólico, cheio de lamentações, o que não aconteceu.

Introdução: O livro conta a história de Hazel Grace, uma garota de 16 anos com um câncer terminal. Em seu grupo de apoio, Hazel se apaixona por Augustus Waters e juntos, eles acabam descobrindo que alguns infinitos são maiores que os outros.




Opinião
contém spoiler.
Hazel e Augustus têm aquele tipo de humor sarcástico, afiado, e não perdem uma oportunidade de disparar seu humor negro (E então você pensa: "Eu não deveria estar rindo disso", mas não consegue parar).

"Eu montaria naquele pônei perneta e daria uma volta inteira no curral" (Kaitlyn em relação ao Augustus) Eu rio sozinha até hoje quando lembro dessa frase.

Pra mim, o livro teria um fim óbvio: Hazel morreria, mas Augustus continuaria vivo. Eu adoro quando um livro me surpreende das minhas expectativas pro final, mas acredito que John Green queria acabar com as lágrimas dos leitores.
E algumas das frases mais dolorosas eram as frases de Hazel nos finais de capítulos, como "Essa foi a última vez que tirei uma foto dele" ou "Essa foi a última vez que senti o cheiro dele".  Essas frases causavam não só tristeza, mas uma angústia muito forte.

Confesso que no final do livro comecei a "economizar" lendo aos poucos, com medo de acabar, confirmando o final da frase da capa.

John Green faz questão de deixar claríssimo aos leitores que a história é uma ficção, mas seria ótimo se houvessem instituições de caridade como a dos Gênios. Quem sabe um dia esse país ainda chega lá? Além do mais, no final eu comecei a ficar triste de verdade com o livro e repetia pra mim mesma "isso é ficção, isso é ficção".

Eu já tinha visto algumas fotos do Gus como o Joshua Anthony Brand, mas como O mundo não é uma fábrica de realização de desejos quem o interpretará será o Ansel Elgort (que também interpretará Caleb em Divergente.) e quem interpretara Hazel será Shailene Woodley, (a mesma atriz que interpretará Tris, em Divergente) que confusão, não é?

John Green acaba dando um quê de "Uma aflição imperial" ao livro, já que no fim, não cita quando Hazel morre ou coisas do tipo.

É isso pessoal, e vocês, gostaram do livro? Deixem suas opiniões nos comentários.

Márcia

28 de set de 2013

Resenha - Divergente

Falar que os livros dessa série viraram meus livros distópicos favoritos mesmo antes de lançarem o último da trilogia, é dar muita expectativa? Talvez haha

Introdução: Em Divergente, a sociedade é dividida por meio de facções. Abnegação, Audácia, Amizade, Erudição e Franqueza. No dia de seu teste de aptidão, Tris acaba descobrindo que é Divergente, ou seja, não tem uma facção definida, e agora terá de escolher entre ficar na mesma facção de seus pais, que é a Abnegação, ou ser quem ela realmente é.


A estória tem um formato que pode ser até associado ao modelo de Jogos Vorazes, já que cada uma das facções contribue sua parte para a sociedade. O livro me prendeu desde o início, e desde o início eu me identifiquei com a Audácia. Além do mais, me deixou bastante curiosa para saber como são feitas as iniciações das outras facções, porém ele cita rapidamente informações desse tipo ao longo da série.

Sabe aquele tipo de livro que, quando você não está lendo, você está pensando nele? Pois é. Simplesmente AMEI o livro, ideias super originais, e além do mais, Peeta Mellark que me desculpe, mas Quatro virou meu novo marido literário.

"Sei porque me pergunto essas coisas: são desculpas. A razão humana é capaz de justificar qualquer mal." - Tris


Opinião
contém spoiler.

As cenas de ação são muito bem narradas, e o livro em momento algum chega ser cansativo. Pra mim a cena mais triste do livro foi a morte de Al. E pior que, apesar de raramente eu associar um personagem a alguém, eu imaginei o Al bem parecido com um menino da minha escola, então quando ele passava no corredor por um milésimo eu pensava "O Al está vivo" haha. Também é um dos poucos livros que eu não odeio a protagonista, pelo menos não em Divergente.

É isso gente, eu já li Insurgente então é bem difícil fazer resenha do primeiro sem dar spoiler do segundo, mas posso lhes garantir que vale a pena ler a continuação!

Márcia

24 de set de 2013

Capítulos: Longos ou Curtos?

      Em minha opinião, a quantidade de capítulos de um livro influência bastante no ritmo do leitor. A saga "Feios", por exemplo, tem capítulos extremamente curtos, de duas ou três páginas. Já o livro Cidade dos Ossos tem capítulos mais longos, fiz uma contagem rápida e me deparei com algo em torno de 30 páginas por capítulo. Eu particularmente não tenho uma preferência, porém, vejo prós e contras em cada formato.




Curtos: Quando o livro tem muitos capítulos, evita-se que se demore muito em determinadas situações que poderiam deixar o leitor entediado. Porém deve-se tomar cuidado para que o autor não dê um certo spoiler nos títulos dos capítulos (caso haja título, o que não é o caso das sagas Jogos Vorazes e Divergente por exemplo) o que faz com que quem lê não sinta-se surpreso em alguma ação, já que o fato foi adiantado no título. Porém, esse quesito pode ser levado a favor do autor, fazendo com que o leitor tenha curiosidade pelas páginas seguintes.

Longos: Em minha opinião, a leitura flui melhor em capítulos longos. Deve-se apenas tomar cuidado com o revés citado acima, em relação a se demorar em certos assuntos. Também é uma boa forma de prender o leitor, principalmente os que insistem em só parar de ler em fins de capítulos, e se houver revelações nesse final, provavelmente a leitura desse indivídio se levará por um bom tempo.

Essa é uma escolha pessoal dos autores que penso eu que deve ser tomada com bastante cuidado, visando o gênero e o rítmo do livro.

E vocês, preferem capítulos curtos ou longos? Deixe suas opiniões nos comentários!

Márcia

19 de set de 2013

Resenha - Querido Diário Otário, Os Superlegais são Superchatos

Oi pessoal! Hoje falarei sobre o livro "Querido Diário Otário," - Jim Benton.

 Bom, encontrei esse livro na biblioteca da minha escola, e tive curiosidade pois já ouvi muita gente falar sobre a série. Nunca havia lido nenhum dos livros, mas deu pra ler tranquilamente e entender tudo. O livro tem um formato que assemelha-se com o tão famoso "Diário de um Banana" de Jeff Kinney.

Introdução: O livro conta a história de Jamie Kelly e tem foco na sua vida escolar. Escrevendo em forma de diário, neste livro o seu dilema é a questão de boas maneiras.

O livro tem apenas 123 páginas, e dá pra ler em 1 hora, pois as páginas têm mais figuras do que texto. Eu diria que, aos 8 anos daria uma nota 10 pra esse livro, portanto acho que ele atinge o esperado para sua faixa etária. É cheio de esquetes divertidas, porém o roteiro é fraco, o que é normal em livros infantis. Eu diria que é um ótimo presente para os iniciantes na leitura. Também é interessante para os leitores mais àvidos, principalmente quando estamos lendo livros muito pesados e cansativos, uma pausa para ler um livro desse tipo é bastante conveniente.

Adorei as referências a Star Wars, Harry Potter e se não me engano à
Fantástica fábrica de chocolate.

Adorei os esquetes dessa página, tanto aos Simpsons e Voldemort
quanto a pagina seguinte, ensinando como colocar a culpa
em outras pessoas haha. (Clique para ampliar).

Mais frases de para-choque que resumem filmes!



















































É isso pessoal, e vocês, já leram ou  acham interessante esse tipo de livro? Deixem suas opiniões nos comentários!

15 de set de 2013

3 Adaptações cinematográficas fracassadas

Que adaptar um livro pra cinema, todos nós sabemos que é difícil. A verdade é que nunca conseguirão agradar a todos, pois eu acho que tem algumas pessoas que não entendem que não tem como colocar todas as falas do livro em 2 horas de filme. Se até Harry Potter sofreu críticas, as outras adaptações também não foram poupadas. Veja agora 3 adaptações de filmes famosos que foram consideradas fracassos.

                                       1- Cidade dos Ossos  


A arrecadação nos cinemas foi muito abaixo do esperado, principalmente se compararmos com o custo de produção. Sendo assim, visando o roteiro fraco de "Cidade das Cinzas", não encontrou-se outra alternativa que não fosse adiar a produção e esperar um novo roteiro para o segundo livro da série. Eu ainda não assisti o filme pois estou terminando o livro, mas tem muitos fãs da série furiosos com a adaptação, porém, no geral, as pessoas que não leram o livro parecem ter gostado do filme.



  2- O Mar de Monstros  

O fracasso desse filme não foi nenhuma surpresa. Muitos fãs se sentiram tão decepcionados ao assistirem O ladrão de Raios que nem se deram ao trabalho de prestigiar o segundo livro da série.  A escalação de atores mais velhos (com a justificativa de que seria mais interessante para o romance de Percy e Annabeth) não agradou a grande maioria.Tamanho é o fiasco, que considera-se a possibilidade de encerrarem as produções e reiniciarem as adaptações para cinema.




   3- As Crônicas de Nárnia  

O sucesso de "O leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa" não aconteceu novamente no segundo filme. A sequência, "Principe Caspian" não atingiu as expectativas e então a Disney anunciou que não iria financiar o terceiro filme devido a limitações orçamentais, e acabou passando o bastão para a Walden Media, que levou às telonas "A viagem do peregrino da alvorada" em parceria com a Century Fox.

E você, qual adaptação te decepcionou? Deixem suas opiniões nos comentários!

Márcia


                             

12 de set de 2013

"Animais Fantásticos e onde Habitam" ganha adaptação cinematográfica com roteiro de J.K Rowling

É isso mesmo pessoal. Hoje mais cedo  li algumas notícias, mas imaginei ser apenas alguns falsos rumores. Porém a notícia se espalhou rapidamente e agora fontes seguras já anunciaram.
E para a felicidade geral dos PotterHeads o roteiro está sendo escrito pela própria J.K Rowling! A parceria com a Warner conta também com o melhoramento da Pottermore, (que venha a Pottermore em Português!) desenvolvimento de games e até a expansão do The Wizarding World of Harry Potter, em  Orlando. Além disso, o livro "Morte Súbita" também ganhará uma adaptação, prevista para 2014.

Veja a declaração de J.K Rowling:


"Tudo começou quando a Warner Bros. veio a mim com a sugestão de transformar ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ em um filme. Eu achei uma ideia divertida, mas a ideia de ver Newt Scamander, o suposto autor de ‘Animais Fantásticos’, recriado por outro escritor era difícil. Tendo vivido por tanto tempo no meu universo fictício, eu sinto-me muito protetora sobre isso e eu já sei muito sobre Newt. Como os fãs mais ávidos de Harry Potter sabem, eu gosto tanto dele que eu até casei seu neto, Rolf, com uma das minhas personagens de Harry Potter favoritas, Luna Lovegood.

Enquanto eu considerava a proposta da Warner, uma ideia tomou forma e eu não conseguia descartá-la. Foi assim que eu acabei dando minha própria ideia de um filme para a Warner Bros.




Embora vá se passar na comunidade mundial mágica de bruxos e bruxas, onde eu fui tão feliz por dezessete anos, ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ não é um prelúdio ou sequência da saga Harry Potter, mas uma extensão do mundo mágico. As leis e costumes da sociedade mágica secreta serão familiares para qualquer um que leu os livros de Harry Potter ou assistiu aos filmes, mas a história de Newt começará em Nova York, setenta anos antes de Harry começar sua jornada.


 Eu sempre disse que eu revisitaria o mundo mágico se eu tivesse uma ideia que fosse realmente excitante, e é esta." , explica J.K Rowling. (Tradução: Potterish)


 É isso pessoal, espero que tenham gostado da notícia (quem não gostaria?).  E vocês, o que acharam?

Márcia

11 de set de 2013

Resenha - A Esperança


Introdução: Com toda a repercussão que a rebeldia de Katniss causou, agora que sabemos que sim, o distrito 13 existe, chegou a hora de juntar-se a ele e iniciar uma revolução. Querendo ou não, Katniss virou o tordo e tem de, mesmo a própria se sentindo insegura, passar coragem e incentivar os distritos para que finalmente ocorra o fim dos Jogos Vorazes  e das regalias para a capital.

Apesar do turbilhão de acontecimentos, este não é o meu preferido da série. A parte "preparatória" demorou séculos (eu e minhas hipérboles) e a parte do ato em si foi muito rápida e confusa, o que não deixou a leitura fluir muito bem pois tive que ficar relendo algumas páginas.





Opinião

AVISO: Se você ainda não leu o livro, pare de ler e nem veja as imagens seguintes pois contém spoilers cruciais da história.
Bom, eu nunca achei Katniss o símbolo da revolução de verdade, apesar de  ter sido a causa da mesma. Diria até que ela foi bastante manipulada ao longo da trama, mas não podemos esquecer que ela é uma menina de apenas 17 anos.

Meu ódio pela protagonista só aumentou no último filme. Como assim ela mata Coin sem ter a mínima certeza dos fatos? A única coisa que salvou a cena foi a morte de rir do Snow. #épica


CLIQUE PARA AMPLIAR
Fãs da Stephenie, é só uma brincadeira,
por favor não levem a sério.



Acho que J.K Rowling andou dando uns conselhos pra Suzzane, porque quanta gente morreu, né gente? Desculpem, mas eu tive que postar essa imagem haha.
Nunca fui muito fã do Finnick (me julguem) mas foi triste acabar com os sonhos do casal.





Para variar essa minha mania de curtir páginas de séries que eu ainda não terminei acabou fazendo com que eu lesse um spoiler terrível. Só entendi por que já sabia o que iria acontecer, mas pra variar, foi bem confusa essa parte, não acharam? e Prim, que foi a razão de tudo que aconteceu com Katniss morre? como assim produção?Eu achei a morte da Prim bem explosiva, não acharam? haha #cruel 


Gente, odiei o período Peeta maluco, que foi aquilo?

Aliás, eu fui #TeamPeeta do início ao fim da série, e o Josh Hutcherson interpretá-lo no cinema só aumentou meu amor! Já Katniss se mostrou bastante infeliz nas últimas páginas, claro que como uma boa distopia geralmente as histórias não terminam com um "felizes para sempre",  mas coitado do Peeta, que nem sabemos ao certo se é o amor da vida de Katniss, já que Gale simplesmente "fugiu" para outro distrito. Se isso não tivesse acontecido provavelmente Katniss teria de escolher no uni-duni-tê por que sinceramente duvido que ela escolheria sozinha. #desabafando


Bom, é isso, essa resenha foi bem pessoal, portanto gostaria que também expressassem suas opiniões nos comentários. Pra quem é fã, não deixem de dar uma olhada nas FanArts da trilogia na internet, uma mais linda que a outra!

Márcia





8 de set de 2013

3 Casais Literários


Oi pessoal, tudo bom? Sendo você um leitor voraz ou não, com certeza já formou e/ou torceu por um casal literário. Veja minhas opiniões!


Hermione (Harry Potter): Nunca houve dúvida, na verdade estava bem claro desde o primeiro livro pra quem quisesse ver que Rony terminaria com Hermione. Porém se supôs muitos casais. #Harmione? #Romione ou #Dramione?


Dramione. Amo o Draco (me julgue haha) e realmente achei que ele iria mudar e que essa implicância com a Hermione seria uma paixonite, mas depois do quarto ou quinto filme ficou claro o adulto que ele se tornaria. (Falo isso sobre os filmes, pois ainda não terminei a série de livros portanto não posso dar uma opinião concreta).

Katniss (Jogos Vorazes): Digamos que a junção de nomes para o casal formado por Peeta e Katniss não soa muito bem, né, Hutcherson?
FOTO REAL: Brincadeira de fãs.
Essa é apenas uma das diversas junções mal-sucedidas para nome do casal. Provavelmente Suzzane não pensou nisso ao escolher o nome haha. Enfim, #Gale ou #Peeta?
Mil vezes Peen... bom, a segunda opção.





Só eu associo a capa com o
 personagem principal, mesmo
sendo diferente da original?


Tally (Feios): Eu acho essa uma questão bem dividida pois ambos foram personagens importantes na vida de Tally. #Team David ou #Team Zane?

Apesar de gostar muito do Zane e até me conformar com o casal, me apeguei muito ao David, então ele é minha escolha.

É isso pessoal, espero que tenham gostado. E vocês, quais casais "shippam"?

Márcia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...